Filiado à CUT e CNTE
Buscar

Rede Estadual:Profissionais da rede estadual de ensino deflagram GREVE POR TEMPO INDETERMINADO


profissionais-da-rede-estadual-de-educao-deflagram-greve-por-tempo-indeterminado.docx
(65,61 Kb)

Profissionais da rede estadual de ensino deflagram GREVE por tempo indeterminado

    Os trabalhadores da educação das escolas da rede estadual de Mato Grosso decidiram paralisar suas atividades a partir de 27 de maio. Esta foi a decisão aprovada por unanimidade em assembleia geral  organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT), nesta segunda-feira(20), na Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá. A deflagração demanda 72 horas para ser cumprida, conforme estabelece legislação trabalhista, tempo suficiente que também o governo avance nas propostas de negociação.

   A greve deliberada por tempo indeterminado demandou a aprovação da assembleia permanente, dando a possibilidade de ser convocada a qualquer momento pela direção, caso algum documento do governo aponte para avanços nas pautas apresentadas sendo: cumprimento  da RGA conforme estabelece a Constituição Federal, cumprimento da Lei  nº510/2013 que trata sobre a dobra dos salários, convocação dos classificados no último concurso público, melhoria da infraestrutura das unidades escolares e, um calendário de agenda permanente com o governo.

   Os representantes dos 105 municípios que estiveram no Conselho  no sábado e domingo (18 e 19), somaram com os profissionais da Baixada Cuiabana que compareceram em massa na assembleia. O ginásio lotado com centenas e centenas de profissionais provou a capacidade de organização dos trabalhadores para exigir do governo respeito  aos direitos conquistados.

A assembleia aprovou também o calendário de mobilização e ainda um novo Conselho de Representantes para o dia 8 e 9 de junho, e nova assembleia geral dia 10 de junho.

VEJA O CALEDÁRIO DE MOBILIZAÇÃO

                   Do dia 21 ao dia 24 de maio: atividades nas unidades escolares com a realização de reuniões, e debates para esclarecimentos sobre a greve com a participação dos estudantes, pais e comunidade em geral;  

                   Mobilização pelos meios de comunicação – uso das mídias locais (com entrevistas em rádio, TV, jornais) mobilização nas redes sociais: Whatsapp – Facebook - Instagram para dialogar com a sociedade de que a educação estará entrando de greve devido o descaso do governo do Estado para com a educação (com panfletos, faixas e outros);

                   Construção de dossiês das escolas- levantamento dos problemas que atingem a estrutura física, quadro de pessoal e alimentação escolar que devem ser acompanhados de fotos, banners e outros meios;

                   Dia 27 de maio (segunda-feira)  - Ato público às 14 horas, em frente à SEDUC - como marco estratégico do início da greve por tempo indeterminado em todo o Estado;

                    Dia 30 de maio (quinta-feira) -  apoio à mobilização e  participação no Ato dos Estudantes #30M - convocado pela União Nacional dos Estudantes;

                    Dia 5 de junho(quarta-feira)- Ato em Barra do Garças -recepção do Presidente da República e governadores de MT, MS e GO(com a participação das Regionais Leste I-II-IIIi e Sul I e II);

É hora de reafirmarmos nossas conquistas.

 Por nenhum direito a menos, nossa escolha é a resistência!

#ÉGREVE!